sábado, 3 de março de 2012

Veer - Zaara


Oi Pessoal!

Vamos estrear nossa primeira resenha! E o filme escolhido foi Veer – Zaara de 2004. A razão dessa escolha foi bem óbvia. Depois de assistir a esse filme no canal Cinemax (durante um festival de filmes indianos que contou com Devdas, Dhoom e Main Hoon Na no cardápio) que eu comecei a me interessar por Bollywood. Foi difícil resistir a essa história tão bonita, com músicas tão lindas e com dois dos atores favoritos de meio mundo: Shahrukh Khan e Preity Zinta. 



Vamos começar com aquela sinopse no estilo Tabby-chan:
"Veer Pratap Singh (gente, eu adoro esse nome, parece até que fizeram de sacanagem de tão engraçadinho que é), piloto e oficial da força aérea indiana, resgata pessoas em perigo no seu helicóptero. Certo dia ele ajuda uma moça caída num barranco, ela é a bela paquistanesa Zaara Hayaat Khan, que veio à Índia cumprir o último desejo de sua falecida babá. Os dois acabam fazendo essa viagem juntos (com direito a SRK cantando em cima de um ônibus, mas pra quem pintou o 7 em cima de um trem em Dil Se, isso não é nada), terminando na vila dos animadíssimos tios do nosso herói. Veer e Zaara acabam se apaixonando perdidamente um pelo outro, mas Zaara é noiva do bigodudo Razaa Shirazi. Esse sujeito não vale nada e numa manobra cretina coloca o pobre Veer na cadeia. Vinte e dois anos depois a idealista advogada Saamiya Siddiqui lutará contra o pai da heroína de "Driblando o Destino" para devolver à Veer sua liberdade."

 Nada como cair de uma ribanceira pra conhecer seu grande amor, não é mesmo?

Veer – Zaara é uma história sobre amor e sacrifício. Até onde você se sacrificaria por amor? No caso dos protagonistas deste filme, abdicar da própria vida é bolinho! Já na cena em que se despedem na estação, Veer manda logo um: “Saiba que do outro lado da fronteira existe alguém que morreria por você.” É nesse nível! Como resistir? Não por acaso Zaara fica completamente doida, toda trabalhada no desejo carnal indiano, poucos momentos depois (uma das minhas partes favoritas do filme, diga-se). Veer é um sujeito honrado e dedicado a sua família, no caso os tios que o criaram e é impossível não torcer por ele e sua Zaara. O drama e as lágrimas correm soltos no filme (Shahrukh chora um bocado, mas nada no nível de desidratação como em Kuch Kuch Hota Hai), mas é uma história apaixonante. 

 Zaara, toda foguenta, perde a razão por Veer! 
Nesse filme que eu realmente conheci o Shahrukh Khan (já tinha visto Devdas antes, mas aquele filme me deu tanta raiva que deletei da memória) e o quanto ele combina com a Preity Zinta. Os dois tem muita química no filme o que ajuda a comprar a ideia de um amor que enfrenta tudo, inclusive o tempo. Shahrukh é um ator que te ganha no carisma, sério! Ele não é bonito (se bem que eu confesso que dava uns pegas nele fácil...) e também não é nenhum Al Pacino da vida, mas ele tem um magnetismo estranho que te arrasta depois de vê-lo em algum filme. Acho que é disso que os astros são feitos, já que ele é o rei do cinema indiano. Já a Preity é uma de suas melhores parceiras, linda, carismática e com um sorriso adorável! Gosto muito dela! No elenco também temos a Rani Mukerji (na época que eu vi esse filme ainda não tinha criado antipatia pela pobre) como a advogada e o lendário Amitabh Bachchan como o tio festeiro de Veer. Se você não ligou o nome à pessoa, tenta lembrar do filme Quem quer ser um milionário?, no qual Jamal Malick se joga literalmente na merda pra poder pegar um autógrafo com o Sr. Bachchan. Lembrou? Esse homem esteve em mais alguns filmes que assisti, outro dia a gente fala mais sobre ele.

 Filme indiano sem cena na chuva, pode contar que é pirata ou coisa da Glória Perez!

Parte indissociável de um filme de Bollywood é a parte musical. Nunca fui lá muito fã de musicais, mas sabe Deus porque eu adoro as músicas nesses filmes! Mesmo em Veer – Zaara que o pop e a batida ficam de lado, me apaixonei pelas canções e pelas cenas em que elas se apresentam. Se fosse só a sonoridade, mas e a letra? Gente, imagina a cena: Tabby-chan (no caso, eu mesma), leitora de shoujo mangás, mais sonhadora que torcedor do Botafogo que acredita que o time leva o brasileirão, assistindo Veer – Zaara; os protagonistas se despedem na estação de trem, talvez jamais voltem a se ver e começa a tocar uma música que diz: “Era você ou um raio de luz?/Era você ou uma flor desabrochando?/Era você ou uma brisa perfumada?/Era você ou cores por todo lado?”. Pode isso, Arnaldo? Como eu iria resistir? Caí de quatro e ainda não consegui levantar! XD Até mesmo a música da cena deletada (GRAÇAS A DEUS PELO YOUTUBE) é linda e não me conformo de ter ficado no chão da sala de edição!
Photobucket

Quando o filme terminou, as músicas e as cenas ainda estavam na minha cabeça. Era tarde demais para mim, já tinha me contaminado de forma irreversível pelo curry mágico de Bullywood. Veer – Zaara além de ser um filme lindo e romântico no último grau, ainda me converteu em fã do gênero. Esse blog, assim como o outro, faz as suas recomendações (que ninguém segue) e sugere que você dê uma chance a esse filme. Se ele não fizer de você um fã, pelo menos poderá assistir a uma história de amor, assumidamente exagerada e apaixonante, como parece não se fazer mais no cinema do ocidente...

Cataí o trailer (a advogada apresenta Veer e Zaara para você):

   

8 comentários:

  1. No fundo todo mundo se amarra numa história de amor. Ela pode vir de qualquer parte do mundo e sempre vai nos tocar de alguma forma. Adorei a resenha. Bjos.

    ResponderExcluir
  2. O primeiro filme indiano da Tabby... Que emoção, hein? Muito drama e paixão, aguenta coração! Legal isso, Tabby. Fico feliz por vc. É ótimo quando aparece algo importante, que ocupa nossas vidas de forma especial. ^___^

    ResponderExcluir
  3. Ola boa noite
    com todo prazer venho deixar meu comentario sobre esse filme
    ameiiiiiiiiiiiiiiii
    vi o passado
    vi duas vezes
    fiquei super emocionada
    qdo eles se reeencontram depois de anos
    as musicas sao lindas
    apaixonei pelo filme
    o casal foi otimo
    a sintonia entre eles foi perfeita
    os artistas representaram perfeitamente
    as cores das roupas nossa super legal !!

    ResponderExcluir
  4. OI COMO POSO COMPRAR ESES FILMES, EU AMO CINEMA INDIANO

    ResponderExcluir
  5. sou uma fan enlouquecida do SRK......ele é fantástico....
    eu adorei sua critica sobre o filme.....mas queria saber sua opinião sonbre estes filmes aqui....
    KAL HO NAA HO....2003
    DON THE CHASE BEGINS AGAIN.....2006
    MY NAME IS KHAN...2010 ...que tem dublagem em português(até passou na fx um dia desses)
    DON 2 THE CHASE BEGINS CONTINUE....2011

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa eu também sou mega fã do lindão SRK!

      Excluir
  6. tem um filme que gosto.....pode ser que você goste também.....e até já tenha visto


    se chama SINGH IS KING.

    é um dos meus favoritos, inclusive a musica TERI ORE......que é linda

    ResponderExcluir
  7. Oi,quero muito começar a ver filmes indianos e conhecer um pouco mais,mas em que site posso conseguir assistir estes filmes legendados?
    Desde já agradeço.

    ResponderExcluir